Literatura Fantástica Brasileira

Literatura Fantástica Brasileira

Um blog sem credibilidade...

Literatura Fantástica Brasileira


Por Equipe Literatura Fantástica Brasileira.

A negação é o primeiro passo dentro do processo para se encarar a realidade, todo aspirante a psicólogo sabe disso e, de tão disseminado, creio que esse conceito já seja do conhecimento até dos mais leigos.

O impressionante é que o estado de negação acomete somente os que se sentem atingidos pelo que publicamos ou por aqueles que tomam as dores de quem se sente ofendido.

A verdade é dolorosa, é triste quando ela lhe é esfregada na cara de forma tão direta.

A grosso modo, esses "adoradores de autor ruim" se assemelham aos petistas: por mais que a merda lhes seja esfregada na cara eles, por motivos nem sempre louváveis, insistem em fazerem-se de cegos.

Mas, política à parte (Não vai ter golpe, kkkkkkkkkk), prossigamos com o assunto.

Quem insiste em rejeitar a verdade utiliza como único argumento disponível o de que esse blog não merece nenhuma credibilidade, que deveria ser esquecido e blá blá blá, e sob qual alegação? Segundo eles, pelo blog se concentrar em fazer denúncias de "editoras pequenas e insignificantes".

Será mesmo?

Nosso blog não possui credibilidade alguma, como mostram as quase 400 visitas que nossa última matéria teve desde que foi ao ar (pouco mais de 72 horas), então foram, no mínimo, 400 pessoas que visitaram nosso blog para ler uma matéria falaciosa que não merece atenção, perdendo seu tempo para ler a publicação de um blog totalmente desacreditado.

Será que a página ou o blog de quem insiste em querer desprestigiar o LitFanBR recebe uma quantidade de acessos parecida?

Desde a criação do blog ele já denunciou práticas desonestas como as da editora Virtual Books, do concurso Codex de Ouro, da Chiado Editora, da Alphagraphics, da LP Books, da Editora Baraúna, da Editora Literata, da Tarja Editorial, e, mais recentemente da Novo Século, além de dar inúmeras dicas àqueles que estão adentrando o meio literário, como sobre cuidados com editoras sob demanda e atitudes que não devem ser tomadas dentro do meio literário.

Resumindo: ele não se baseia apenas em denúncias, mas vamos lá.

As editoras denunciadas são pequenas e insignificantes?

Não são do porte das gigantes do mercado, mas não são importantes?

Talvez não sejam importantes para os renomados críticos do blog (!!!), mas para escritores em início de carreira, que é o público ao qual ele se destina, são sim muito importantes, visto que essas editoras são, muitas vezes, a única porta de entrada disponível.

Essas editoras são aquelas com as quais os diversos colaboradores do blog tinham contato, então só poderiam escrever sobre elas, ou não?

Como escreveriam sobre editoras grandes sem manter contato com elas?

Percebe o quão ilógicos e egoístas são os argumentos dessa gente?

Escreve-se a respeito daquilo que se conhece, de acordo com a vivência que se possui, exatamente para se passar informações verídicas.

Sem contar que a grande maioria das denúncias que são publicadas chegam-nos através de denúncias que nos chegam através de e-mail, se ninguém denuncia uma editora gigantesca, como escrever sobre ela?

Mas sabe o que é ainda mais curioso?

O blog é tão desacreditado que nenhuma denúncia aqui publicada foi desmentida, nunca houve necessidade de retratação.

A realidade é que durante esse período em que o blog permaneceu fora do ar os leitores sentiram falta dele e a comprovação do quanto ele é necessário veio através de comentários e e-mails que nos chegaram, que só provaram que a decisão que tomamos de o reativarmos foi a mais acertada.

Podem latir, espernear, vomitar, negar, fazer o que quiserem.

O blog voltou, e agora administrado por quem realmente tem culhões suficientes (ou ovários, em casos pontuais) para publicar a verdade.

Falamos palavrão sim, somos ofensivos, mal-criados e escrotos, conseguimos ser ainda mais agressivos que as antigas equipes que administraram o blog.

Parabéns, bem-vindo à nova fase do Literatura Fantástica Brasileira.

Vai encarar?

Entre em contato: litfanbr@gmail.com

Literatura Fantástica Brasileira

5 comentários:

  1. Conheci o blog através de uma amiga e acabei gostando! Nós, jovens autores, ainda em processo de crescimento, necessitamos de algo ou alguém que nos abra os olhos. E vejo o lit fan como esse alguém.

    Após o fim do blog fiquei até deprê, pois quando ativo, volta e meia passava para dar uma conferida nos babados! No mais, espero que a nova equipe se mantenha no ar por um longo período, se possível. Doa quem doer!

    (Não vai ter golpe, KKKKKKK)

    ResponderExcluir
  2. Quem reclama do blog é porque tem o rabo preso com coisa errada, baba-ovo de editora.
    Sempre foi assim, desde que ele foi criado.
    Pau na máquina!

    ResponderExcluir
  3. Eu sou leitora assumida. E eu escrevo romance de banca (além de literatura mais séria), e poderia me ofender com várias matérias, mas simplesmente não me serve o chapéu. Isso fica claro.
    Vejam na matéria anterior: eu sou sobrepeso, tenho livros hot, e tenho seguidoras apaixonadas. Mas, a matéria, apesar de não citar nomes, não me ofendeu, porque definitivamente não me serviu o chapéu.

    ResponderExcluir
  4. Janaina Rico escrota fez até videozinho por causa das postagens de vocês, kkkkkkkkkk.

    https://www.youtube.com/watch?v=pqdpGR9Ytzc

    Isso porque ninguém lê o blog, kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. O blog é tão sem credibilidade que fazem vídeo no youtube pra dar resposta e até criaram um outro blog pra publicar merda respondendo o que é publicado aqui.
    Realmente, é um blog inexpressivo, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

    ResponderExcluir

Pode chorar...