Literatura Fantástica Brasileira

Literatura Fantástica Brasileira

Orçamento Alphagraphics.



Por Tião Galinha.


Resolvi escrever esse texto e enviar ao blog como uma forma de alertar os novos escritores sobre as armadilhas que esse mundo literário nos reserva e que se não ficarmos atentos acabamos desperdiçando dinheiro.
Não estou por dentro das políticas da literatura, dos conchavos e nem da mediocridade que aparentemente infesta o mercado editorial brasileiro, eu apenas escrevo, como tantos outros, e isso já me basta.
Tenho alguns livros publicados de forma independente, nessas páginas que nos permitem fazer isso.
Antes trabalhava com o AgBook e com o Clube de Autores, mas com o tempo concluí que ambas as páginas eram praticamente a mesma coisa e acabei permanecendo apenas com o Clube de Autores, devido a algumas facilidades com a publicação.
Porém uma queixa comum a todos os que se interessavam em adquirir meus trabalhos era sobre o valor deles, e olha que eu colocava meus direitos autorais em R$ 1,00 para não encarecê-los, mas o que "pegava" mesmo era o valor do frete. 
Imaginem que um livro de, por exemplo, R$ 20,00, com o valor do frete beirava os absurdos R$ 40,00 dependendo da localização do comprador. Em matéria de Brasil, um valor muito alto.
Enfim, após um bom tempo decidi mudar minha estratégia de venda dos meus livros. Como moro em São Paulo, poderia eu mesmo comprar meus livros através do Clube de Autores, ir até a gráfica, retirá-los e realizar eu mesmo o envio para os interessados.
Tudo bem, daria um pouco mais de trabalho, mas pelo menos o valor diminuiria consideravelmente.
A gráfica que imprime os livros do Clube de Autores (assim como os da AgBook) é a Alphagraphics, uma excelente empresa com várias unidades espalhadas pela cidade.
Então, colocando meus neurônios para funcionar, fui mais além e imaginei: e se eu enviar meu projeto diretamente para a gráfica? É possível que o valor dos livros fique ainda mais baixo.
O livro que no Clube custa por volta de R$ 23,00 poderia sair um pouco mais barato, sei lá, por volta de R$ 15,00, acreditava.
Claro, tudo o que um escritor quer é oferecer seu trabalho aos leitores pelo valor mais acessível possível, ou não?
Munido obviamente do material necessário (capa e miolo do livro), entrei em contato com a Alphagraphics através da página deles.
Minha desilusão começou quando nessa página há um banner imenso dizendo "Atendimento 24 Hotas, acessei o chat e não deram sinal de vida. Tudo bem, era por volta das 21:00 horas, mas como esbravejavam que o atendimento era 24 horas...
Ok, através de um link na página deles solicitei então o orçamento, enviando todas as informações necessárias.
Passaram-se mais de 48 horas e nenhum sinal de resposta.
Já estava me aborrecendo.
Acessei então o chat da página deles, dessa vez por volta das 14:00, demorou, mas alguém me atendeu.
Expliquei sobre o ocorrido e o atendente enfim localizou meu e-mail com o pedido de orçamento e o encaminhou a um consultor deles.
Após algumas trocas de e-mails onde prestei maiores esclarecimentos sobre o meu projeto, enfim, ele me enviou o orçamento abaixo.

DescriçãoQuantidadePreço UnitárioPreço Total
IMPR, A5 / 4X4 COR / AA 75G / HOT MELT  10  R$ 95,0000  R$ 950,00  
Valor Total do TrabalhoR$ 950,00


Exatamente, um livro que pelo Clube de Autores sai por volta de R$ 23,00, diretamente pela Alphagraphics sai por R$ 95,00!
Mas a Alphagraphics não pega o projeto do Clube de Autores e apenas o imprime?
Sim, é o que parece.
Não sei e nem me interessa saber que tipo de acordo a Alphagraphics tem com o Clube de Autores, só sei que o valor é simplesmente absurdo.
Daí alguém dirá que esse valor é devido à baixa quantidade que solicitei, apenas dez unidades, mas se eu encomendasse pelo Clube de Autores essa mesma quantidade, do mesmo livro, com as mesmas especificações, ele sai por R$ 23,00, qual a diferença entre eu ou o Clube de Autores pedir? O material que lhe será enviado será o mesmo!
Quem compra um livro por R$ 95,00??? O que pode encarecer tanto o valor de uma publicação para elevar dessa forma seu custo?
O fato de eu ser o Tião Galinha e o outro o Clube de Autores pesa no valor da impressão?
Claro, esse valor sem mencionar o frete para envio e algum direito autoral que eu pudesse adicionar ao valor, colocando tudo isso na ponta da caneta o livro não sai por menos de R$ 100,00.
Nem mesmo Stephen King vende livros por esse valor...
Bom, não sei explicar o motivo, e se alguém do mercado gráfico puder prestar os devidos esclarecimentos todos nós escritores agradeceremos.
Só sei que a cada dia que passa eu entendo melhor o motivo de ter escritor por aí abandonando o exercício da escrita para se dedicar à venda de "bonequinhos vudu".

Entre em contato: litfanbr@gmail.com


8 comentários:

  1. Para resolver o problema do frete, envie pela modalidade módico, dos correios. O preço varia com o peso, mas dá pra enviar pra qualquer lugar do Brasil por um valor entre R$ 5,00 e R$ 10,00. Viaja com Sedex e chega rapidinho. O Clube dos autores usa esta modalidade em suas entregas. Agora se cobram o frete cheio pra ganhar em cima, eu realmente não sei.

    Em todo caso, isso permite vender o meu livro por R$ 25,00 com frete incluso.

    Todas as gráficas possuem seu processo e métodos. Esta mencionada provavelmente não trabalha prestando serviços para pessoas físicas, assim, lançou um valor proibitivo.
    Em todo o caso, teriam sido muito menos ofensivos se simplesmente informassem trabalhar apenas para empresas.

    ResponderExcluir
  2. Meu caro o culpado por esse preço e tu mesmo, isso já aconteceu comigo. antes de pedir um orçamento aprenda as especificações de um livro cara. capa 4x4 é impressão dentro e fora, é claro que tu vai pagar um absurdo.

    se liga ai cara: Capa em cartão supremo 4x1 gramatura 250gr, miolo offset 1x1 75gr é assim que pede orçamento. falta de informação e conhecimento tb é foda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente você não trabalha com o Clube de Autores, se trabalhasse saberia que as especificações que apresentei são as mesmas utilizadas pelo clube.

      Excluir
  3. Bom, eu vou tentar te explicar, um pouco como isso funciona: as máquinas impressoras que a grande maioria das gráficas e editoras utilizam são ARRENDADAS, e o preço do aluguel é definido por "batidas", ou seja, pela quantidade de impressões que fica registrada na memória da impressora digital. Todos os meses um representante do arrendador vai lá verificar quantas impressões foram feitas (que nem o cara que vai todos os meses marcar a conta de luz em nossas casas), daí ele gera o boleto de acordo com a quantidade de impressões feitas no período. Ou seja, se tem um cliente que manda imprimir milhares de cópias todos os meses na mesma gráfica, é lógico que ele vai pagar muito menos que o cara que faz somente dez exemplares. Até porque isso é uma forma de FIDELIZAR o cliente, de não deixá-lo ir negociar com outra gráfica ou editora. Isso é lei de oferta e procura, quem faz mais, recebe mais descontos.

    ResponderExcluir
  4. Certas gráficas enormes com equipamentos de última geração têm preferência para atender a grandes clientes corporativos e não a clientes individuais? Imagine um autor independente mandando seu livro para rodar na gráfica de "O Globo" e vc vai entender o que estou dizendo. Qual o interesse de uma gráfica que atende prioritariamente a clientes que imprimem milhares de cópias por mês em atender o "Zezinho" que quer dez cópias do livro dele? NENHUMA. Por isso o preço é alto, pra eles não terem que perder tempo com dez exemplares...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendi, mas então é como diz o Rômulo Barbosa: "Em todo o caso, teriam sido muito menos ofensivos se simplesmente informassem trabalhar apenas para empresas."

      Excluir
    2. Para isso existe uma Lei... No qual é mundialmente conhecida como - Money Talks...ou seja, para gráfica tanto faz se vc é o Zezinho da esquina ou uma importante editora brasileira . O que vale nisso tudo é quanto vc está disposto a gastar.

      Excluir
  5. Um outro fator importante, a quantidade de impressão. Você fez um orçamento de 10 unidades, geralmente as gráficas tem uma quantidade mínima de impressão que varia de 1000, 5000, 10000 unidades. Quanto maior a quantidade menor o preço unitário.
    Com certeza quando a Alphagraphics imprime para o clube dos autores eles devem fazer a impressão de vários autores ao mesmo tempo, o que diminui o preço unitário de cada peça.

    ResponderExcluir

Pode chorar...