Literatura Fantástica Brasileira

Literatura Fantástica Brasileira

Identidade literária (RG e CPF?)



Por Chutenacara.com.br.

No último sábado, dia 05, ocorreu o evento mencionado no convite acima.
Uma amiga, que esteve presente no evento, me convidou para o mesmo, quando confessei que sequer sabia que ele aconteceria. Foi quando ela me enviou esse convite para que eu ficasse ciente.
Embora dificilmente eu compareça a eventos de tal natureza me senti tentado a ir devido ao pedido pessoal que recebi, entretanto, ao ler o convite meu estômago revirou.
Se já não compareço a eventos literários onde os autores convidados e as editoras possuem certo renome, por que eu deixaria o conforto do meu lar para ir a um onde um dos "autores convidados" seria um cidadão que dizem ser escritor mas escreve "fasso" e uma das "editoras" envolvidas seria aquela onde, para ter um contrato assinado, o escritor precisa fazer o papel de macaco de circo na Bienal e vender todo o estoque dos seus livros? Todos que visitam o blog sabem bem o que eu e alguns outros colaboradores pensamos a respeito dos elementos e chamá-los de "escritor" e "editora" chega a ser uma ofensa à categoria.
Fui obrigado a recusar o convite, usando uma desculpa qualquer, visto que prezo bastante a amizade da escritora, mas sinceramente não teria estômago para comparecer.
Por sorte rejeitei o convite pois, posteriormente, vim a saber que outras figuras pelas quais nutro profundo desprezo estiveram presentes e provavelmente nem mesmo um litro de Dramin forçaria meu conteúdo estomacal a se manter anônimo.
Escritoras que criticam o que desconhecem e encarnam seus personagens para vender seus livros e editores parasitas nunca farão parte do meu círculo de amizades e não tenho qualquer pretensão de me relacionar com esse tipo de gente, muito menos dar Ibope para criaturas desse naipe.
Infelizmente minha recusa ao convite não me permitiu conhecer alguns escritores que desenvolvem um trabalho interessante, como Roxane Norris (organizadora do evento), Adriana Vargas, Adriana Brazil, Mauricio Gomyde, Vitor Hugo Ribeiro e Edson Rossatto (que apesar de desenvolver um trabalho literário que não me agrada, confesso que possui qualidade) mas não dá para fazer um omelete sem quebrar os ovos.
Mas deixo aqui minha parabenização às pessoas sérias que organizaram e prestigiaram o evento e que merecem todo meu respeito e fico na torcida para que possam encontrar editoras decentes para publicar seus livros e, assim, fugir das garras dos "bonitões" sanguessugas.
Só uma ressalva: quem foram os ganhadores do prêmio Identidade Literária? Não vi nenhuma divulgação a respeito disso.

Entre em contato: litfanbr@gmail.com


7 comentários:

  1. É bronca mesmo.

    Gosto muito deste blog e o indico a novos escritores afirmando que se alguém continuar a escrever depois de ler tudo o que aqui foi postado, estará escrevendo pelos motivos certos. Quase desisti de escrever, mas voltei e consegui publicar o meu livro evitando todas as armadilhas possíveis. Graças a estes posts.

    Mas não concordo com tudo o que é mencionado nos posts e cá pra nós, essa questão do "fasso" já saturou há muito tempo Vamos virar o disco.

    ResponderExcluir
  2. Chutenacara.com.br15 de outubro de 2013 03:18

    Quem descobrir quem é o autor do texto abaixo ganha uma Nhá Benta.

    Frase do dia
    16 de julho de 2011 às 12:39
    Frase do dia:Destruição isso e só a vontade que o homem tem de querer imitar Deus se é que realmente exista um para se imitado! E ao invez de Criar eles destroem o que alguem criou! Os seres Humanos São os Virus da Terra, E estamos destruindo aos poucos, com nossas atitudes do dia a dia, jogando lixo na rua, desmatando a floresta, lancando gases na atmosfera. A terra ja esta começando a agonizar, e as reações da natureza são severas, enchentes, tornados, terremotos, maremotos.

    ResponderExcluir
  3. Deixa eu entender uma coisa, Chutenacara:
    Na matéria Analisando o 'Cenário Literário' a autora do blog critica autores que usaram plaquinhas na Bienal, como o Sr. Edson Rossatto fez ano passado; na Receita Para Abrir Uma Editora, você mesmo critica editoras que propôe parceirias com autores, como a Andross (do Sr. Edson Rossatto), que obriga os autores das coletâneas a vender 20, 30 ou 40 exemplares a preço de mercado no lançamento ou compra-los no mesmo dia, e depois de 6 meses coloca um livro que havia lançado a quase R$20,00 a menos de R$ 5,00, e agora você fala da qualidade do trabalho dele? Realmente eu não entendi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chutenacara.com.br16 de outubro de 2013 00:28

      Mencionei Edson Rossatto, sim, mas disse que não aprecio a linha literária que ele segue (literatura para mulheres, na minha opinião), mas em que momento critiquei o trabalho dele?
      Creio que você, criatura anônima, esteja precisando de um curso de interpretação de textos.

      Excluir
    2. Meu, se você não consegue ver nas minhas colocações, onde você, ou este site, criticaram mesmo que indiretamente, o trabalho dele, sendo que cito isso, então realmente este blog não é melhor do que a LITFANBR que ele tanto critica!

      Excluir
    3. Pois é, realmente não somos melhores que ninguém.

      Excluir
    4. Uma coisa interessante sobre esses eventos. Eles sempre falam que foi um monte de gente, bem organizado, um sucesso e tal... mas 90% do público é de autores do evento. KKKKKKKKKKK

      Excluir

Pode chorar...