Literatura Fantástica Brasileira

Literatura Fantástica Brasileira

Honestidade vale a pena, ainda.



Por Adonis annua.


A panelinha nefasta da literatura adora encher a boca ensebada para dizer que somos um bando de trolls que só sabe achincalhar o meio literário sem provas consistentes.

Em qual momento algum deles se atreveu a tentar debater suas práticas deploráveis em algum comentário aqui no blog ou em "conversinhas facebookianas"? Nunca, porque não há defesa para o que fazem.

Tentam demonstrar desprezo pelo blog mas está claro que vivem fuçando aqui temendo receber mais alguma porrada em uma nova matéria. Tanto é verdade que basta passarem alguns dias sem que nada seja publicado para que comecem a ter comichões e se manifestar internet afora. Seriam eles masoquistas? Acho que sim.

Essa é uma daquelas ocasiões que farei piada interna para poucos... então, já peço desculpas aos demais (não esquentem, pois vocês não perderam nada importante):
- Pô... todo mundo bloqueou o garotinho birrento. Ele tá sem material para avançar no blog. Que saco... Lá se vai nosso trollzinho... by Walter Tierno.


Como é de praxe, a única defesa que possuem é tentar anular a importância do que é aqui relatado, como se as pessoas do meio literário fossem imbecis incapazes de enxergar o que essa gente faz. E ai daquele que ouse concordar com algo que aqui é exposto! Deve-se colocar o cabresto e enxergar somente o que eles desejam que assim o seja. Vejam isso:

Walter Tiernohá 20 horasCorro o risco de ser injusto, mas bloqueio qualquer um que concorde com post que me ataque gratuitamente em blog troll.



Mas já basta de dar IBOPE para essa gente medíocre, vamos falar de coisa boa.
Não, minha matéria não será sobre a famigerada Tek Pix.

Dessa vez compartilharei matérias muito interessantes que retratam como escritores talentosos estão conquistando seu lugar ao sol sem a necessidade de propagandas falsas e babação de ovo por parte dos "miguxos".
Não tenho o prazer de conhecer nenhuma das pessoas citadas nas matérias, de forma que se me acusarem de "babar o ovo" será apenas despeito.
Confiram os links abaixo e em seguida tecerei meus comentários.



Pois bem, repararam que nenhuma das pessoas citadas nas matérias se enquadra na panelinha daqueles que vendem gato por lebre aos leitores?
Por que será que isso acontece?
Se fôssemos loucos desejosos de "status" ou simples possuidores de enfermidades mentais será que esses escritores nunca teriam sido alvo de alguma crítica nossa?
O fato de nenhum deles jamais ter "vestido a carapuça" se deve ao simples fato de trabalharem com honestidade, tendo sido reconhecidos pelas editoras devido à qualidade do trabalho deles.

O que dói na medula dessa gente é o fato de haver quem se dedique a desmascarar todas as falcatruas que promovem.
Até o surgimento do blog para eles tudo era um mar de rosas, mas parece que a coisa desandou...

Quem trabalha com honestidade e consegue "status" devido à qualidade do seu trabalho jamais será achincalhado e se tornará vítima de alguma matéria aqui no blog.
Ou será que um elemento que escreve isso no perfil do Facebook merece alguma ovação?

Mais um dos sites de autores que fasso parte http://recantodasletras.uol.com.br/autores/eddykhaos




Com o perdão da palavra, mas "fasso" para um "ilustre" escritor e organizador de antologias é de cair o cu da bunda!


Em tempo, qualquer pessoas com o mínimo de discernimento sabe que na Bienal não se prima necessariamente pela qualidade do que é exposto. Basta o editor possuir condições financeiras suficientes para bancar um stand no evento.

Pois é, parece que nosso amigo MD Amado, da Estronho, sequer possui essa condição. Creio que vender livro de porta em porta não esteja indo de encontro aos seus anseios monetários. Mas nosso amigo mineiro serve como um bom exemplo de pessoa astuta: as atualizações facebookianas dele são visíveis apenas para quem integra sua lista de amizades. Será que isso será suficiente para que deixemos de estar cientes de suas publicações e promoções desesperadas? Será?

Pois bem, prossigam esperneando, fazendo piadinhas e sendo enaltecidos pela corja que vive cheirando-lhes o rabo, porque é o máximo que são capazes de fazer. Escrever algo que mereça elogios, para vocês, parece ser impossível.

Ui, eu citei o nomes dos envolvidos na podridão em minha matéria. TRÁGICO! TRÁGICO!
Me processem, ao menos o dinheiro que vocês literalmente ROUBAM dos leitores servirá para alguma coisa: engordar minha conta bancária.

Entre em contato: litfanbr@gmail.com 


6 comentários:

  1. Em tempo, nosso "amigo Walter Tierno excluiu a postagem mencionada

    Walter Tiernohá 20 horasCorro o risco de ser injusto, mas bloqueio qualquer um que concorde com post que me ataque gratuitamente em blog troll.

    Provavelmente percebeu que fez cagada, mas é bom avisar antes que os "perseguidos" digam que forjamos a postagem.

    ResponderExcluir
  2. E não é que o tiozão boçal aprendeu com o esdrúxulo mineiro?
    Agora as atualizações facebookianas do excremento humano só estão visíveis para quem faz parte do "seleto grupo" de amigos dele.
    Isso é cômico!
    Será que o imbecil ainda não percebeu que são os próprios amigos dele quem lhe arremessa a merda na cara?
    Tadinho do tiozão!

    ResponderExcluir
  3. Olá, primeiro quero parabenizá-los pela iniciativa. Adorei o blog, pena não tê-lo conhecido antes, ia me poupar muitas dores de cabeça, mas esse é um assunto que, se vocês aceitarem, farei questão de escrevê-lo para que publiquem.
    Bem, fiquei curiosa e fui atrás do dito cujo (mulher já viu né?). Chegando lá e fuçando bastante, achei essa postagem:
    "Walter Tierno
    há 20 horas
    Uma coisa que talvez você não saiba sobre trolls: eles têm um certo grau de previsibilidade e, cedo ou tarde, acabam dedurando os tolos que os levam a sério."
    (Só ajudando a denunciá-los)

    ResponderExcluir
  4. Olá Milene.
    Realmente alguém tinha que colocar a boca no trombone, para desespero da gentalha literária.
    Quanto ao elemento citado, é um pobre coitado que se considera capaz de dar aulas a alguém do alto do seu "um livro" publicado.
    O mais triste é que tem gente que ainda endeusa o imbecil.
    Reclama tanto do nosso blog, mas provavelmente foi através dele que aprendeu a não deixar as publicações do Facebook públicas. Como se isso fosse nos impedir de ver as besteiras que publica.
    Quando tiver notícias não se acanhe em nos enviar, e se preferir escrever alguma matéria bem simpática, ela será bem vinda.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Queridos, aproveitando o embalo: https://www.facebook.com/Autora.LucianeRangel/posts/10151130593131509

    ResponderExcluir
  6. Josiane, lamentável o fato. Isso só comprova o que incansavelmente publicamos aqui no blog: o meio literário está repleto de gente totalmente desqualificada.
    Tomamos a liberdade de transcrever o relato:


    Luciane Rangel
    há 4 horas ·
    Um acontecimento que preciso compartilhar com todos: fui humilhada publicamente pelo dono da Editora Baraúna. No meio da bienal, em frente ao stand onde eu estava autografando, diante de leitores e público.

    O motivo? Ele me viu indo 3 vezes ao stand dele, indo comprar os livros de três amigas que, infelizmente, publicam pela "editora" dele. E, ao ver meu crachá constando o nome da minha editora (Lexia), ele interpretou que eu fosse "espiã" e estivesse indo "abordar" os autores deles.

    Peço que compartilhem esse fato. Sou escritora, estou na bienal a trabalho, e tinha ido à referida pseudo-editora para COMPRAR livros e visitar minhas amigas. Nada justifica o modo como o sujeito GRITOU comigo, me insultou e me humilhou no meio do corredor de uma Bienal.

    Informo, também, que o fato será comunicado à Câmara Brasileira do Livro, à administração da Bienal, além de eu buscar os meios legais para receber os danos morais cabíveis por tal conduta.

    Estou arrasada. Desculpem eventuais erros de português, mas a situação ocorreu há menos de uma hora e ainda estou abalada demais com a situação.

    ResponderExcluir

Pode chorar...