Literatura Fantástica Brasileira

Literatura Fantástica Brasileira

Asgard - A picaretagem continua...



Por Oscar Mendes Filho.



Pois é visitante do blog, a novela em relação à antologia "Asgard - a Saga dos Nove Reinos" continua
Como já mencionei em textos anteriores os direitos autorais referentes à citada obra não foram pagos ainda que a obra tenha sido lançada há mais de um ano.
No dia 06/06 recebi do pessoal da editora (a Jambô) o seguinte e-mail:

Olá Soira e autores do Asgard,

Esta semana terminamos de efetuar os primeiros pagamentos do Asgard, referentes as vendas até o dia 1 de maio. O valor final foi de R$ 28,00 por autor, correspondente à 210 exemplares vendidos (em anexo, a planilha com as vendas e demais cálculos).

Não efetuamos, ainda, os depósitos para os autores de fora do Brasil, devido aos trâmites para depósitos internacionais. Além disso, não foi possível efetuar o depósito para os seguintes autores, devido a problemas nas informações das respectivas contas: Evandro Guerra, Gisele Garcia e Oscar Mendes Filho. Peço que estes autores me comuniquem novamente seus dados bancários para que possamos efetuar os depósitos.

Mais uma vez, em nome da Jambô, agradeço a participação de todos neste projeto, e me coloco a disposição para quaisquer informações.

Um grande abraço,


Pois é, a situação aparentemente entraria nos eixos, no entanto até a data de hoje nenhum valor referente à obra foi depositado na minha conta.

Por favor, refresquem minha memória, mas qual o termo utilizado para qualificar o ato de se apropriar de algo que pertence a outra pessoa?

E tem gente que insiste em dizer que eu falo demais...

Entre em contato: litfanbr@gmail.com




3 comentários:

  1. thank you all the editors, publishers and writers for a job very well done...I for one appreciate all you have done...

    ResponderExcluir
  2. Engraçado, no contrato que assinei constavam meus dados bancários, mas enfim, se esse for o motivo de meus direitos ainda não terem sido pagos espero que o problema seja solucionado uma vez que os enviei, novamente, à editora.

    ResponderExcluir
  3. caramba! Ruim isso viu! por essas e outras q alguns escolhem o caminho independente, pelo menos vc sabe quantos foram impressos e quantos foram vendidos por ter contato direto com a livraria. Se sobrou algo é só retirar direto da loja de volta p si. Q vergonha p editoras q se dizem sérias fazer isso com os escritores, me deu até raiva ler isso.

    ResponderExcluir

Pode chorar...