Literatura Fantástica Brasileira

Literatura Fantástica Brasileira

O desespero dos wannabe-writters.



Por Equipe Literatura Fantástica Brasileira.

Então o clã podre da literatura resolveu mostrar as garrinhas?


Isso já era esperado, após a repercussão da última postagem (que em dois dias teve 300 visualizações) ficou claro que nossa página possui certo crédito junto aos profissionais do meio e aos leitores. 
O engraçado é que enquanto o blog não citava os "nomes" dos que fazem do meio literário um caça-níquel ou caça-status ninguém se deu ao trabalho de espernear, mas bastou o colaborador Oscar Mendes Filho jogar toda a merda no ventilador em relação ao Asgard - A Saga dos Nove Reinos que a escória correu em enviar denúncias ao Google dizendo que nosso perfil "não é de uma pessoa real" e que, baseando nisso, alguns recursos não poderiam mais ser utilizados.

Essa gentinha acredita mesmo que agindo dessa forma deixaremos de publicar nossas matérias?
Caso nosso blog seja excluído, ou algo do gênero, existem inúmeros outros serviços que podemos utilizar para continuar fazendo nosso trabalho, ou em seu desespero eles se esqueceram disso?

Temos como dever trazer aos leitores e profissionais do meio toda a realidade existente dentro dele e não tememos qualquer ação que possam tentar ter em relação a nós, uma vez que nos baseamos em fatos concretos, e que podem ser provados caso haja a necessidade.

Um "escritorzinho" disse, certa vez, que um blog que se baseia em "achismos" e "diz que me diz" não obtém crédito algum, talvez agora ele introduza a língua onde melhor lhe convier e veja que, sim, nos baseamos na verdade quando publicamos nossas matérias.
Não é porque omitimos nomes que deixamos de nos referir a realidade dos fatos, quem é do meio sabe a quem nso referimos, e quem ainda não é só precisa pesquisar um pouco ou conversar com pessoas já calejadas no meio.
Talvez ele seja um completo imbecil que é incapaz de ver o que está diante da cara dele, ou então se faz de cego, ou idiota, por pertencer ao grupinho dos wannabe-writers, que não faz outra coisa sem ser massagear o ego um do outro e fecha os olhos para as cagadas alheias, além das suas próprias.

A verdade dói? 
Sim, dói, quando ela escancara as maracutaias que uma meia dúzia de vermes apronta considerando-se a "nata" da literatura fantástica, acima do bem e do mal, intocáveis...
O que deveria doer, na verdade, é a consciência dessa gente que adora posar de santa em fotos e eventos, quando na verdade apenas lesa tanto escritores iniciantes quanto leitores ingênuos com suas práticas nefastas.

Ao invés de tentarem tirar nossa página do ar esses pilantras deveriam é trabalhar de forma digna e transparente, de forma que não houvessem motivos para denunciá-los aqui.
O projeto "Literatura Fantástica Brasileira" permanece, doa a quem doer.
Tá doendo? Passa Cataflan que sara.

Entre em contato: litfanbr@gmail.com



literatura fantástica



Um comentário:

Pode chorar...