Literatura Fantástica Brasileira

Literatura Fantástica Brasileira

Como é a revisão e correção de editoras sob demanda?

Dr. Macaco, especialista em português, o corretor utilizado por editoras!!

Por Geyme Lechner.

Uma grande merda porcaria! Podem me chamar de exagerada, mas é assim mesmo que a coisa funciona. Você acredita mesmo que esses(macacos sob demanda) cumprirão com sua parte no acordo de fazer a revisão e correção de qualidade(conforme propagandeiam em seus slogans), com profissionais gabaritados? Não!!! Quer saber o que eles fazem? Jogam seu texto em um corretor automático qualquer, que se não bastasse não corrigir falhas graves, desestrutura seu texto, suas frases, seus diálogos... Os corretores automáticos dessas excelentes “editoras” têm péssimo português, mas essas empresas ainda não descobriram isso. O “profissional gabaritado” (que eles dizem existir) que corrige sua obra é um programa de computador. Explico: um macaco fica atrás do PC, trabalhando com seu texto, e vai dando enter, aceitando tudo que o programa sublinha em verde e vermelho, sem qualquer critério. Conclusão? Seu manuscrito volta com muito mais erros de quando foi, retorna sem sentido, você nem sabe mais o que escreveu ou o que quis dizer em determinados trechos da obra. Aí então, você precisará corrigir a correção deles, dá um trabalho danado! Mas é preciso ser forte e paciente se o objetivo é fazer circular um texto sem erros. Dica? Faça você mesmo a revisão e correção da sua obra, não permita que eles a toquem e mexam nela além da diagramação, pois esses amadores que fingem amar livros, serem apaixonados por literatura e contam outras lorotas em seus sites, amam apenas o seu dinheiro e quanto lucrarão com seus sonhos e expectativas. Quando você tiver o material em mãos, depois de ter confiado no excelente trabalho desses símios, não adianta reclamar, pois sabe o que eles dirão? Que escritor tem pitchi, e você está com a síndrome de pitchizero! Esqueça todos aqueles bons modos e atenção personalizada que recebeu antes de assinar o contrato. Eles lavarão as mãos!
É inacreditável como essas editoras sob demanda pipocaram no mercado de uns anos para cá, e sabem por que? Porque há fluxo, demanda e dinheiro em jogo. Sempre que se mexe com as emoções das pessoas, há possibilidade de faturar MUITO, fazendo POUCO. É um mercado onde existem otários para enganar, e outros otários, para serem enganados. É assim mesmo: emoção e sentimentos! Nada contra o lucro ou o negócio que essas pseudos empresas se propõem, mas estou farta de tanta propaganda enganosa, de tanto desserviço, de tanta enganação! São três anos trabalhando com essa espécie, sei exatamente o que estou afirmando aqui! Antes fôssemos como os Vulcanos, a raça do Dr. Spock, assim seríamos mais objetivos e menos estúpidos!

Entre em contato: litfanbr@gmail.com


Um comentário:

  1. Puxa. Sua ânsia e sentimentos foram todos expressos em palavras. Apesar do conteúdo está afirmando seu desprezo aos símios imbecis que acreditam ser revisores, seu texto é lindo (Como diz Caetano kkkk). Eu ainda não tive nenhum texto meu mutilado por um desses colegas redentores da língua portuguesa. E, engrossando seu coro, acredito mesmo que há uma grande conspiração e que os computadores estão passando por seres humanos. (Putz, viagem!!!)
    Eu acredito que o escritor deve fugir dos elogios da escrita. Até porque acredito que a escrita não foi feita para isso. Aí, escuto Sócrates: "Piso sobre sua vaidade".
    Gostei de conhecer você pelo seu texto. Fico muito feliz em ter descobrido esse blog. Assim, eu estava procurando algo que não me lembro o quê. Então, tá. Larga de chatice. O que eu quero chorar aqui é que você fudeu os monos com o texto. Merda. Peraí, quero dizer que você com sua produção línguística de sistema saussuriano produziu um efeito físico penetrando no orifício escuso dos profissionais de revisão e correção de textos produzidos por pessoas que se propõem a dissertar sua realidade por meio de um instrumento de signos.
    É isso aí.

    ResponderExcluir

Pode chorar...