Literatura Fantástica Brasileira

Literatura Fantástica Brasileira

Quando o sucesso sobe à cabeça.




Por Astrid Underground.

Em minhas andanças pela internet em raros momentos de ócio me deparei com a seguinte citação da colega Deby Lua.

"Caro colega escritor, não é porque a tão desejada fama atingiu sua pessoa que você precisa se valer de total falta de atenção com as letras e a literatura e achar que pode sair escrevendo qualquer porcaria que vai ser relevante.
Fama não justifica ignorância."


Foi algo que realmente me encheu de felicidade ao ler porque sintetizou o que tentei dizer em tantas matérias que redigi.

Muitos "ilustres literários" já há muito deixaram de lado primar pela qualidade do que produzem em virtude de terem atingido certo patamar dentro da literatura.

Eles se valem do próprio nome para atrair leitores, conseguindo, assim, o dinheiro necessário para que as editoras prorroguem seus contratos.

Consideram-se "deuses da literatura", inatingíveis às críticas que recebem, fechando os olhos para os que finalmente conseguem ver o que se esconde por detrás da cortina literária e permanecendo em seu mundinho de sonhos e esplendor.

Se os "escritores renomados" assim o fazem, por que não fariam o mesmo aqueles que adentram o meio literário agora?

Esse é o triste exemplo que está sendo dado, e o pior, endossado pela panelinha asquerosa que insiste em endeusar tais obras baseando-se somente no nome de quem produziu tal material, e não na qualidade que ele realmente possui.

Entre em contato: litfanbr@gmail.com


2 comentários:

  1. Piores ainda são os que se acham talentos não reconhecidos e assumem esse personagem.

    ResponderExcluir
  2. Ao menos o caráter dessas pessoas as impede de tentar ser o que não são, fato inexistente entre a escória da literatura que se endeusa e não é porra nenhuma.

    ResponderExcluir

Pode chorar...